Aprenda como precificar roupas para revender

Você já trabalha ou está pensando em trabalhar com revenda de roupas, mas ainda tem dúvidas de como cobrar pelo seu produto? Neste post iremos te guiar sobre como precificar roupas para revender.

É normal quem trabalha com revenda de roupas ter dúvidas sobre quanto cobrar por cada peça. Afinal o preço é decisivo para definir o seu lucro. Antes de bater o martelo quanto ao valor final de sua mercadoria é preciso avaliar duas coisas importantes:

  • Quem é seu público alvo;
  • Qualidade do seu produto.

Estes dois itens são fundamentais na hora de precificar suas roupas para revenda. Porém há outros fatores importantes que devem ser observados antes de você decidir o valor final.

Itens como por exemplo: custo com embalagens, etiquetas diferenciadas e até envio (caso sua loja ofereça esta opção ao cliente), também devem entrar na conta.

Siga nosso blog e fique sabendo tudo sobre revenda de roupas

Comprar-roupas-para-revender

3 dicas para começar a revender roupas

Alguns fornecedores já passam o valor tabelado para revenda, o que facilita bastante. No entanto, se você compra de fornecedores distintos veja as dicas de como precificar suas peças de roupa e saiba como deixar o preço mais atrativo para seu cliente.

  1. Avalie o mercado da concorrência

Conheça o preço que é praticado pelos seus concorrentes e faça um comparativo com sua loja. Tente precificar seus produtos o mais próximo possível do deles. Caso haja algum item diferenciado e exclusivo seja ousado em dê destaque para ele.  Mas não vá além da realidade financeira do seu público alvo.

  1. Defina sua margem de lucro

Você precisa decidir qual é o percentual de lucro mínimo aceitável para cada peça de roupa que você revender. Aqui é importante que você conheça bem o seu produto.

Portanto pense desde seu custo até a sua qualidade. Isto irá definir o real valor no preço final.

Para calcular uma margem de lucro aceitável é preciso avaliar:

  • Custo da mercadoria (valor de compra junto ao fornecedor);
  • Despesas fixas (custos administrativos, pessoais e essenciais como luz e água);
  • Despesas variáveis (custos que variam com as vendas como impostos, comissões, embalagens etc).
  1. Conheça seu público

Saber para quem você está vendendo é essencial para definir o preço final na hora da revenda. Não adianta definir uma margem de lucro alta se no fim seu cliente não puder arcar com o preço pedido.

Procure ofertar produtos de acordo com o que seu cliente possa pagar. Pratique valores que estejam dentro da realidade financeira de seu público.

Estamos no Facebook. Curta nossa página

Qual a maneira correta de precificar roupas para revender?

Primeiro você precisa ter definido de forma clara todos os seus custos (fornecedor + custos fixos + custos variáveis) e depois definir qual a sua margem de lucro sobre cada peça de roupa. Assim você saberá exatamente quanto deve cobrar por uma mercadoria.

Quando se compra roupas para revender sempre é possível encontrar peças com custo mais baixo ou em promoção, com isso você pode aproveitar para lucrar mais em cima destas peças. As peças mais caras podem ser revendidas com uma margem de lucro menor.

Desta forma é possível equilibrar suas vendas e não ficar com estoque parado, além de oferecer preços atrativos para seus clientes.

 

Quer saber tudo sobre revenda de roupas? Então inscreva-se na nossa Newsletter e receba primeiro nossas novidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda?